Avaliação imobiliária | arkhi
237
post-template-default,single,single-post,postid-237,single-format-standard,cookies-not-set,_masterslider,_ms_version_3.5.1,qode-quick-links-1.0,language-pt,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,hide_inital_sticky,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Avaliação imobiliária

Avaliação Imobiliária

Avaliação imobiliária

Na avaliação imobiliária usamos sobretudo os seguintes métodos:

Método de Mercado

O Método de Mercado consiste na conclusão sobre o valor do imóvel a partir de informação sobre transações recentes e preços correntes no mercado para imóveis similares.

Método do Custo

O Método do Custo consiste na conclusão sobre o valor do imóvel a partir da contabilização do Valor de Substituição a Novo, deduzido da perda de valor inerente a três tipos de depreciação ou obsolescência: Depreciação física, Depreciação funcional e Depreciação económica.

Método do Rendimento

O Método do Rendimento consiste na conclusão de valor do imóvel a partir da contabilização do valor atual dos rendimentos futuros por ele gerados.

Objetivos da avaliação

Apurar o valor do imóvel, em determinado momento no tempo, em âmbito privado, partilhas judiciais, fiscais e expropriações.

As definições de Valor, aplicadas à avaliação imobiliária, adotadas são as seguintes:

Valor Real de Mercado

O Valor Real de Mercado é definido como o preço mais provável de transação num mercado aberto e competitivo, estando todas as condições vigentes para uma venda justa, em que o comprador e o vendedor agem de forma prudente e conhecedora, e assumindo que o preço não é afetado por estímulos indevidos. Esta definição implica que a transação seja consumada numa determinada data e que a passagem do título do vendedor para o comprador seja feita em condições em que:

• Comprador e o vendedor estejam motivados de forma comum;

• Ambas as partes estejam bem informadas ou bem aconselhadas e agindo
de maneira que tenham em conta os seus melhores interesses;

• Seja permitido um período razoável de tempo para exposição no mercado aberto;

• O pagamento seja feito em dinheiro ou em termos financeiros comparáveis;

• O preço represente a consideração normal para o imóvel vendido, não afetada por quaisquer circunstâncias de ordem financeira ou dos termos de venda outorgados por alguém relacionado com a venda.

Valor Real de Mercado em Uso Continuado

A definição de Valor Real de Mercado em uso continuado implica que o imóvel continuará a servir a utilização vigente à data de referência da avaliação.

Valor Real de Mercado em Uso Alternativo

A definição de Valor Real de Mercado em uso alternativo implica que o imóvel poderá servir outros usos, de acordo com a sua Máxima e Melhor Utilização. A definição de Máxima e Melhor Utilização, aplicada à avaliação imobiliária, consiste no uso legal e razoavelmente provável do imóvel que seja fisicamente possível, adequadamente suportada, financeiramente viável e que resulte no seu maior valor.

Valor de Liquidação

O Valor de Liquidação é definido como o preço mais provável de transação do imóvel em condições em que o período de tempo para exposição no mercado seja o mais curto possível e em que o vendedor esteja motivado, acima de tudo, pela realização de capital em tal período, como será adequado considerar para o presente relatório, uma vez que se trata de um processo de partilhas.

Valor de Substituição a Novo 

O Valor de Substituição a Novo é definido como o custo atual de um imóvel similar, novo, com a utilização mais próxima possível do imóvel a avaliar.